segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Trônica - 1º Festival de Cinema de Música Eletrônica



 

    O primeiro festival de cinema de música eletrônica vai exibir 13 longas-metragens, entre ficções e documentários, vindos dos quatro cantos do planeta: Brasil, Angola, Índia, EUA, Alemanha, Grã Bretanha e Portugal.

    Sob a produção da Firula Filmes e a curadoria de Rafael Bz e Julio Bezerra, a mostra pretende contar, através dos filmes e conversas com o público, a história do gênero e a cultura que se formou em torno do universo da música eletrônica ao longo dos anos por todo o mundo: Como surgiu? Quem são seus primeiros inventores e entusiastas? De que forma o ambiente em que cada batida nasceu determinou seu estilo? Como é possível que pessoas por todo o planeta se vejam representadas nele? Qual é o seu valor artístico?

    Na seleção, o fascinante documentário Theremin: Uma Odisséia Eletrônica, sobre a vida do russo Leon Theremin, criador do instrumento eletrônico que leva o seu nome, de Steven M. Martin; três filmes que perpassam pela música eletrônica realizada no Brasil: “Brega S/A” (2009), de Vladimir Cunha e Gustavo Godinho, sobre o tecnobrega do Pará, tão em voga nos dias atuais, “Favela on blast” (2008), do consagrado produtor e DJ Diplo, que levou o funk dos morros cariocas para as pistas de dança do planeta, de 2008, e “Modulations: cinema for the ear”, da brasileira residente em Nova York Iara Lee, de 1999, uma das primeiras a sentir o pulso da então nova cena eletrônica.

    A mostra conta também com um documentário sobre o popularíssimo kuduro, ritmo que veio de Angola e entrou até em trilha de novela por aqui, “Kuduro: fogo no musseque” (2007), de Jorge António; com documentários sobre o surgimento da techno music de Detroit (High Tech Soul: The Creation of Techno Music, de Gary Bredow), do dub step inglês (Bassweight, de Suridh Hassan); do acid house na Grã Bretanha (High on Hope, de Piers Sanderson); sobre os hippies de Goa (Last Hippie Standing, de Marcus Robbin) e as cenas clubbers de Berlim (Berlin Calling, de Hannes Stöhr) e Cardiff (“Human traffic”, de Justin Kerrigan.).

    Além dos filmes, o DJ e diretor do documentário “The UnUsual suspects: once upon a time in house music”,  Chip E (um dos padrinhos da house music de Chicago), estará presente no Trônica para apresentar o seu filme e conversar com o público.

    Paralelamente será realizado um debate com a participação especial do empresário Franklin Costa, do DJ e produtor Marcelinho Da Lua e a mediação do curador Rafael Bz. Chip Eberhart, diretor do filme The UnUsual Suspects: Onde Upon a Time in House Music (2005) e um dos DJs fundadores do gênero de Chicago, ainda virá ao Brasil para apresentar seu documentário e bater um papo com os espectadores.

Trônica - 1º Festival de Cinema de Música Eletrônica
Curadoria: Rafael Bz e Julio Bezerra
Local: Caixa Cultural Rio de Janeiro – Cinema 2
Endereço: Av. Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô: Estação Carioca)
Datas: de 20 a 25 de novembro de 2012 (terça a domingo)
Ingressos: R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não é necessária a sua identificação para enviar comentários. No entanto, lembramos que, neste blog, é proibido o uso de termos pejorativos, ofensivos ou discriminatórios.

Seu comentário está sujeito à validação dos administradores.

Postar um comentário